Pensamento Complexo

O Pensamento Complexo é um dos pressupostos da Transdisciplinaridade.

Trata-se de uma nova maneira de perceber e pensar o mundo.

mandalaEdgar Morin defende esse pensamento como uma maneira de repensar a realidade e a educação. O Pensamento Complexo é uma maneira de sair de um padrão de pensamento cartesiano, que leva à fragmentação do conhecimento, negligenciando as relações que existem entre esses conhecimentos e que são essenciais à visão significativa do todo.

Ao propagar a ideia de um Pensamento Complexo, apostamos em uma mudança de paradigmas, passando de um paradigma de dominação e poder, de fragmentação, classificação e hierarquização, para um paradigma de cooperação, que valoriza e restabelece as relações, as atitudes significativas.

Para isso, alguns autores sistematizaram os operadores cognitivos do Pensamento Complexo. São operadores do pensamento, ou seja, as características de processamento do pensamento, sob a luz da complexidade.

Humberto Mariotti, Maria Cândida Moraes e Juan Miguel Batalloso são alguns autores que trabalharam na direção de sistematização desses operadores cognitivos.

A seguir, exponho um resumo dos principais operadores cognitivos do Pensamento Complexo:

mandala1- Circularidade

O pensamento linear é um elemento fundante do racionalismo moderno. A partir disso, a ciência moderna evoluiu fragmentando os conhecimentos, as relações, e assim, perdendo a visão do todo.

A Circularidade surge a partir de uma proposta de causalidade recursiva e retroativa, capaz de ir em busca desta interpretação multidimensional e multirreferencial da realidade. Esse operador cognitivo da complexidade perpassa todos os outros, pois é a circularidade o elemento que supera a ordem linear.

2  Autoprodução

A Teoria Geral dos Sistemas e a Teoria da Autopoiese partem de uma dinâmica não-linear de concepção sistêmica da realidade. Nessa perspectiva, os elementos que compõem um sistema estão associados por meio de um acoplamento estrutural. Neste acoplamento, qualquer elemento influencia o sistema e, ao mesmo tempo, é influenciado por ele.

O conhecimento, por exemplo, ao ser construído pelo indivíduo, o modifica internamente.  Indivíduo e meio se influenciam mutuamente em um processo contínuo de produção e auto-produção. Para tanto, este princípio, em ação didática, significa, de acordo com Freire (1997), que ensinar não é sinônimo de transferência de conhecimento, mas ação de produção ativa do estudante em busca da construção da aprendizagem.

dialogia

3  Dialógica

A dialógica transcende a comunicação linear dialética. Vai além da polaridade emissor-receptor. Em um processo de comunicação genuína, os envolvidos estão em uma relação de acoplamento estrutural, modificando-se e modificando aos outros. A dialogia permite o entrechoque de idéias, considerando como essencial a convivência com as contradições, entre estudante-estudante e estudante-professor , em um movimento  espiral de troca e evolução das pessoas e daquilo que está sendo discutido.

4  Hologramático

Também com base na Teoria Geral dos Sistemas, na Física Quântica, na Autopoiese e em outras teorias da “Nova Ciência”, podemos compreender a não-separatividade, tão necessária à compreensão do Pensamento Complexo. Parte e Todo são dimensões de uma mesma realidade. A parte representa o todo e o todo representa cada uma de suas partes.

suj-objeto5  Integração Sujeito-objeto

As cisões entre sujeito e contexto, sujeito e objeto de conhecimento, são operações do pensamento racionalista linear que reduzem e limitam a compreensão da realidade.

Na perspectiva do pensamento complexo, sujeito, objeto, contexto e história de vida são elementos indissociáveis na apreensão da realidade. .

6  Ecologia da Ação

Como os sujeitos estão imbricadamente unidos entre si e ao meio, em um processo de acoplamento mútuo, toda ação implica em uma mudança estrutural de todo o sistema.

A ação de um sujeito repercute de forma não-controlável e não-previsível no meio e no sistema do qual ele faz parte. Essa reverberação afeta não só o meio, mas  o próprio sujeito, de forma recursiva e retroativa.

Leia no link de Dicas, algumas propostas de textos que ilustram essas ideias. Confira!

No link de Vídeos, também há sugestões de pequenos filmes sobre o assunto!

Um grande abraço!

Profa. Patricia Limaverde Nascimento

Um comentário em “Pensamento Complexo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s